quarta-feira, 16 de julho de 2008

There's no reason...




Ilusões que desafiam a sanidade.
O mundo parece nublado,
Distorcido por finas camadas turvas aos olhares pessimistas.
Debelados suspiros tentam decifrar a razão de viver.

Mente banhada por pinturas de uma realidade tangível,
Que de tons frios congela ao crescer; sustentando o Universo sobre ela...
Porém, ergue-se subestimando as rijas forças da gravidade superior.
É envolta por lembranças, reminiscências de um passado pulsante.

Surgem linhas de prazer pela arte de sorrir.
Não há motivos para chorar.
Entrega-se a espaços medianos,
Submersa em desejos veementes,
Arrisca-se na insana certeza.

Enxerga o invísivel aos olhos de outrem,
Absorve ruídos frágeis que a invocam em ondas constantes,
Rende-se à voz que grita ao relento,
O céu desfaz-se em gotas de esperança...

Olhar depressivo sentido pelo toque do amor,
E tudo cintila novamente...
.
.
.
.
Imagem: Autor Desconhecido

16 comentários:

Claudia Perotti disse...

quando o olhar volta a cintilar parece que o Universo inteiro cintila junto.

Beijinhosssssss

Paulo R Diesel disse...

Belo retorno Giulia.
Pensei que tinhas abandonado o blog...

Bj,

Lia Noronha & Silvio Spersivo disse...

Giulia: que bom que voltou...e pelo visto com força total!!
Através dos olhos de quem ama...sempre algo a ser descoberto!
Bjins mil!!!

Lia Noronha disse...

Obrigada pela visita carinhosa ao meu Cotidiano.
Bjins

Cackau Loureiro disse...

Momentos cintilantes como esse, brilham quando o céu está cheio de estrelas, bastamos olhar mais vezes para cima!!

=)

estou por perto sempre!!


bjoks querida!

Ni ... disse...

Fiquei feliz demais com tua visita e me sinto honrada em ser linkada aqui...

Seu texto tem brilho proprio dona moça...

Beijo e mais beijos...

Márcia(clarinha) disse...

E a cintilância faz nascer um novo dia.

Amor nos olhos, amor de sentir, amor de ler...

lindos dias, flor
beijos

Jôji disse...

Texto bonito *_*
pena que é de autor desconhecido :/

Jôji disse...

ah, ótimo saber que existem pessoas que concordam comigo ;~~
e.. desculpe pela gafe tá? :x

titofarpas disse...

Olá...
Passei por aqui e adorei o blog...
Vou continuar a visitar...
Parabéns e felicidades

Cadinho RoCo disse...

Não sei se é saudade com amor ou amor com saudade que então derrama olhos aqui num castanho a mostrar que mais independente da ordem, saudade e amor mostram que da fria ausência é delicioso sentir o calor da presença. Fez aniversário dia desses?
Cadinho RoCo

BRUNO LEONARDO disse...

Oi,linda
Que bom te ver novamente no meu Blog..Saudades!

Como sempre,entrar aqui é banhar-me de lirismo e sensibilidade!

Beijos

Sérgio Luyz Rocha disse...

Puxa!!!
..que poema bem construído...bonito mesmo...
mas...como todo poeta é um fingidor, sentes mesmo toda esta dor?

Prazer em conhecê-la, Giulia...

Paradoxos disse...

e tudo é encanto à volta das tuas palavras :-)

Edson Marques disse...

Giulia,


Se tudo ainda cintila, é porque o Amor perdurou!

Belíssimo poema!

Abraços, flores, estrelas..

Karla Adams disse...

lindo lindo!
magnifico blog!