domingo, 16 de março de 2008

Desejos...




Umedeço os lábios,
Sentindo o gosto da lonjura.
Amargo, gélido...
Insuportável!


Palavras ditas ao mais íntimo dos céus...
Verdades que encobrem desejos,
Separam-se por contínuas ondas,
Que agitam prazeres não revelados.


Pensamentos que se encontram em tempos desiguais...
Palavras escritas ao coração solitário...
Vozes desconhecidas, porém apaixonadas...
Toques imaginários, espúrios...
Lembranças inexistentes.


Querer-te, um desafio...
Sentir-te, um fato...
Tocar-te, uma verdade...
Ter-te, uma dúvida...

Uma promessa!




Imagem: Lua Azul - Crystie

21 comentários:

cõllybry disse...

Que o amor seja constante,mesmo sem promesa...belissimo poetar neste belo canto...

(¯`•.•´¯)
*`•.¸(¯`•.•´¯)
¤ º° ¤`•.¸.•´ ¤ º° ¤* •Doce beijo•´¯`• Cöllyßry??

DelfimPeixoto disse...

Lindo poema ! Felicidades para sua aventura poética.
Parabéns. Faz falta gente nova a poemar

tita coelho disse...

Lindo, lindo...sem devaneios...só o amor a chegar!!
beijos meus

Ricardo Rayol disse...

o que não é melhor que um desafio? só a conquista consagrada

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Giulia, belo desafio...Belo poema.
Beijos

Oliver Pickwick disse...

O Clube dos Corações Solitários vai à luta, bater-se em nobres batalhas, buscando a mais essencial das conquistas: a essência do amor.
Beijos!

Moacy Cirne disse...

Desejo, desejos: promessa, promessas. Beijo, beijos.

Nilson Barcelli disse...

Gostei do seu poema.
Com 16 anos e já escreve tão bem... Filha de peixe sabe nadar...

Páscoa Feliz, beijinhos.

Bichinho disse...

Beijo fantasma.

Lia Noronha disse...

Menina...o amor traz sempre boas promessas...mesmo as que nunca s e cumprem...

Black Rose disse...

Uma promessa, uma demanda, uma sina...

Rui Caetano disse...

Os desejos, o amor, a paixão o enleamento, o namorar, em suma, tudo isto enche a nossa vida de grande felicidade.

­­Misael Roberto disse...

O que dizer? excelente, deixarei que as suas palavras falem por si.
"Umedeço os lábios,
Sentindo o gosto da lonjura." simplesmente adorei.

Alessandra disse...

paradoxal como tudo que é humano, maravilha de texto!

O Profeta disse...

Mulher da ilha é solidão
É espera do vapor da madrugada
É aroma de milho em mesa de pão
É pio de milhafre, alma assombrada

Mãe em ninho feito de frias pedras
Por duras mãos cheias de jeito
Não sei se de ti brota um morno leite
Ou escorre rubra lava do teu peito


Uma Santa Páscoa


Terno beijo

Paradoxo disse...

As palavras te envolvem maravilhosamente! lindo!!

beijão

darkest poet disse...

lindo poema... ;)

Eduardo P.L. disse...

Filha de pixe, peixona é!
Parabéns pelo blog!
Lindos textos, imagens provocantes, som do melhor!
O que mais?
É só alegria!

Bjs

( Foi a Claudia que me convidou visita-la!)

sel disse...

Oi,moça,me amarrei em teu cantinho,vou t linkar posso?no meu blog selma.jesus.zip.net...ok!
Ter alguém é sempre um desejo,amar uma grande entrega,ser amado uma consequência boa,suspiro desjos realizados ou estraviados...e assim por diante...bjão!!!

camille disse...

Que lindo seu blog Giulia, voce realmente é vida, uma estrela de cristal.
Beijos para voce, para sua mãe e parabens para as duas. ( A ela por ter feito voce)
Camille

fgiucich disse...

La lucha para que esos deseos se conviertan realidad. Abrazos.