quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

Nas montanhas...




Ele andava procurando por alguma coisa enterrada no chão de algodão
Algo brilhante, entalhado perfeitamente... Algo mágico...
Lá no final da gravura de nuvens prateadas, viu um ponto luzir intensamente...
Achou-a.
Encontrou o rosto belo de menina...
Uma menina de cristal, como um diamante lapidado cuidadosamente...
Seus traços fortes e perfeitos... Sua expressão congelada...
Acariciou-a levemente, fazendo-a dilatar os pulmões com um ar úmido e gelado...
O vento sacudia seus cabelos fazendo-os dançar ao espaço...
Deslizavam pelo tapete fino de gelo branco sob seus pés...
Lançavam-se de encontro à montanha mais longínqua...
Davam passos num ritmo qualquer,
Resvalavam-se sobre um lago intacto,
O destino pouco importava...
Voavam para algo maior, algo muito mais além da vida... Além da imaginação!


Imagem: Autor Desconhecido.

16 comentários:

Claudia Perotti disse...

Esses ritmos que aproximam dois sere, mesmo sobre o gelo, aquecem os coração muito além do que se pode esperar ... muito além da imaginação!

Beijinhosssss

tita coelho disse...

Belo poema...denso, intenso...dá para ler e imaginar...muito lindo!! Além da vida...Gostei disso!!
beijos
P.S. vou te deixar outro endereço o www.ensaiosamadores.blogspot.com
beijos

O Profeta disse...

A chama que explode na noite
Consumiu a palavra dispersa
As virtudes do som das águas
Ouvem-se na manhã que começa


As palavras também se sentem no silêncio
Convido-te a ouvir as minhas


Doce beijo

Ricardo Rayol disse...

Nada como ter uma RP como tua mãe, e pelo jeito tem o mesmo dom que ela.

Black Rose disse...

Belo texto, muito expressivo e intenso, gostei e voltarei...

Tiago Enes disse...

Oi

O Blog tá muito legal!
Bons posts!

Parabéns!

Abraço!


Se puder visite!!!

http://tiagoenes.blogspot.com/

Vera Carvalho disse...

Parabéns Giulia pelo belíssimo blog!
As tuas palavras de menina - mulher têm um sentido grandioso.

Beijinhos.

BRUNO LEONARDO disse...

Oi,linda
"Filho de peixe,peixinho é" e filha de uma mulher sensível e inteligente só poderia fazer belas escolhas,tanto de poesia,música e imagem ...Parabéns!
Obrigada pela visita e pelo link..Tb vou linká-la!

Alessandra disse...

danou-se, tal mãe tal filha (rs),
belíssimo texto!
Tens a delicadeza de um cristal, de meninices profundas... um beijo!

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá, dei com seu blog quando estava visitando o de sua mãe...Gostei muito do texto e da imagem.
Beijo para você

Allan disse...

Sortudo andarilho que encontrou sua menina de cristal escondida sob a neve perene das montanhas longinquas...

Descobriu com o passar do tempo que sua menina ja nao era sonho, era apenas livre, mas carregava um cristal vermelho pulsante dentro dela que batia forte e num breve descompasso...

Ainda que ela tivesse partido ou mesmo que o encanto tivesse sido desfeito, o momento que dividiram juntos era real e perduraria durante a eternidade de seu coracao infinito...

A brisa, o espaco, o gelo e a distancia eram os elementos que se misturavam, trazendo sempre de volta a menina que aquece e entorpece em sonhos a alma de seu pequeno andarilho!

Muitos beijos p/ vc!!

Allan

Tiago Enes disse...

Nas montanhas ótimo texto!

Muito bom o post!

Parabéns


Eu li só a té a metadi e gostei muito depois que voltar do meu curso eu leio o resto!


Vlw pela visita !


Volte sempreque puder!

Bom FDS!


Bjs

Germano V. Xavier disse...

Olá!

Passei por aqui...
Gostei do blog.

Abraços pernambucanbaianos...

Germano.
www.clubedecarteado.blogspot.com

Cackau Loureiro disse...

que texto fofo...

esse ares gelados fazem a gente viajar neh!

adoro a foto do titulo!

benechaves disse...

Oi, oi!

Passando aqui pra conhecer o seu agradável cantinho. Boa sorte e sucesso! Voltarei com mais vagar.

Um beijo inicial...

Lia Noronha disse...

Td lindíssimo...já esperava por isso!
Vou te linkar no meu Cotidiano,ok?Abraços mil!!